A nossa história

Fundada em 14 de Janeiro de 1933 a Banda União Musical Paramense representa a concretização da vontade de um grupo de pessoas em cultivar o gosto musical próprio, bem como, proporcionar a mesma oportunidade a Paramos e suas gentes. Para tal concorreu a forte determinação de Domingos Alves Vieira Júnior que com alguns amigos soube limar arestas, contornar dificuldades, vencer oposições e invejas.

Embebidos dos mais altos valores de cidadania, souberam também os dirigentes de então, trabalhar no sentido de se dotar a Banda União Musical Paramense de capacidade de formação musical, o que, rapidamente, transformou a herdeira da Primeira Estudantina de Paramos, num alfobre de músicos excelentes na freguesia.

Com 86 anos de existência a Banda União Musical Paramense, teve como primeiro Regente Manuel de Matos, natural da freguesia de Pardilhó, concelho de Estarreja e hoje conta com o saber, a modernidade e a alegria do Prof. Manuel Joaquim Mendes da Silva à frente de 70 músicos em que a veterania de alguns constitui porto seguro da juventude da maioria.

Como prova de reconhecimento e nas comemorações das suas BODAS DE DIAMANTE, foi esta Banda Filarmónica galardoada pela Junta de Freguesia de Paramos, com a Medalha de Ouro da freguesia, manifestando desta forma a Autarquia que representa a população Paramense, a importância desta Agremiação Cultural. A entrega foi feita, acompanhada com o visionamento de um filme mandado realizar pela Junta de Freguesia, sobre os 75 anos da Colectividade, em sessão solene na sede da Banda, no dia 14 de Junho de 2008.

Talhada para os palcos e coretos do país a Banda União Musical Paramense, não tem deixado, contudo de corresponder às mais diversas solicitações internacionais, cujo entusiasmo e carinho invulgares, como em Burnoy, Draveil, Castelnau, em França e outros, são prova da qualidade musical produzida.

Representando ao momento perto de 500 sócios, a Banda União Musical Paramense, colegialmente dirigida por um corpo de 13 elementos, tem em Pedro Camboa, Presidente, a garantia de empenho, determinação e dedicação à sua causa.

Consta ainda a gravação de uma Cassete, nas comemorações dos seus 50 anos de vida e da gravação de um CD, em Maio de 2004.

Dotada da Escola de Música Joaquim Guimarães Banda de Paramos com 40 alunos, proporciona às nossas crianças e jovens, a possibilidade de aprender esta nobre arte, que é a música. Foi criada em 2008, a Orquestra Juvenil, tendo já actuado em eventos na freguesia e não só, onde os mais novos, vão iniciando e demonstrando as suas aptidões musicais, preparando-se para o ingresso de uma forma mais desinibida na Banda Filarmónica.

De carácter vincadamente popular e aberta às novas tendências musicais, é a Banda União Musical Paramense associada de pleno direito da Federação Portuguesa de Bandas Civis cf. Diário da República de 4/8/1987, da Associação de Bandas Filarmónicas do Distrito de Aveiro e encontra-se inscrita na INATEL sob o nrº 2767 de 11/10/1994.

Ostentando como emblema uma lira prateada, abraçada por um ramo de loureiro à sua esquerda e um de oliveira à direita, enlaçados na base a vermelho sangue, é a Banda União Musical Paramense, uma realidade musical de elevado prestígio, que, de forma segura e sem favores, também se assume, como Entidade de Mérito Cultural ao serviço de Paramos, de Espinho, de Portugal, da Humanidade.

 

Projetos Recentes:

Abraçando ao longo destes últimos anos  projetos diferenciados e bastante arrojados que demonstram a qualidade e vontade em inovar, melhorando a qualidade Musical e o Repertório tendo como exemplo a participação no festival “Filarmonia ao mais alto nível”, concerto no Centro Multimeios de Espinho. 

Gravação de CD em Abril de 2014 com nome “Reflexos”.

2014. 

Participação no Concurso Internacional Filarmônica De Ouro em 2014 obtendo o 3º lugar. 

Participação em Julho de 2015 no Festival Hispano-Luso de Bandas de Musica y Ensambles de Viento de Zamora. 

Participação em Novembro de 2016 no Concurso Internacional de Bandas Filarmónicas de Braga (4º Lugar – 3º entre Bandas Nacionais).

Participação em Dezembro de 2017 no ClarMeet Porto acompanhando os solistas Carlos Alves, Carlos Ferreira e Giovanni Punzi.

Concerto de encerramento do Concurso Terras de La Salette em Abril de 2018.

Participação em Novembro de 2018 no  V Concurso Internacional de Bandas Filarmónicas de Braga obtendo o 2º Lugar com 94.3 pontos em 100 possiveis.

4º Lugar no 133º Certamen de Internacional de Bandas da Cidade de Valência (2019).